Novidades

Em sua edição de outubro, a revista Proteção, referência editorial em Segurança e Saúde no Trabalho, traz uma matéria com o diretor da RRQualifica, Roland Robert Colombari, sobre a importância de manter em dia os laudos técnicos de máquinas e equipamentos.

IMPORTÂNCIA DO LAUDO TÉCNICO

A falta de informação adequada sobre a elaboração do laudo técnico de máquinas e equipamentos tem gerado transtornos para as empresas. Há casos de empregadores que só pensam no assunto quando são surpreendidos por uma fiscalização, que cobra o documento, ou quando acontece um acidente de trabalho. “O que essas empresas desconhecem é que manter um laudo técnico atualizado garante redução de custos de operação/produção, evita problemas legais e dá segurança aos seus colaboradores”, afirma o diretor técnico da RRQualifica Engenharia, Consultoria e Treinamento, o engenheiro mecânico e de Segurança do Trabalho Roland Colombari.

Artigo sobre laudo técnico

A RRQualifica, com sede em Campinas/SP e atendimento a todo Brasil, tem em seu portfólio de serviços a elaboração e a emissão desses documentos. Roland ressalta que o laudo é um instrumento de auxílio a todos os proprietários de máquinas e equipamentos, pois as exigências legais já existem e estão definidas nas normas regulamentadoras. “E quanto mais complexo for um equipamento, mais difícil é demonstrar a sua adequação sem um laudo bem elaborado”, complementa.

BENEFÍCIOS DO LAUDO TÉCNICO

Conforme o engenheiro, ter esses laudos em dia, além de preservar vidas, traz benefícios econômicos às empresas, entre eles, o de evitar gastos com processos trabalhistas. “Se todos os funcionários sabem da existência dos laudos, também sabem que as possíveis lacunas de insalubridade e periculosidade da empresa já foram sanadas”, observa. Acrescenta que também há redução nos custos de adequação de máquinas e equipamentos, pois, com a antecipação das irregularidades, é possível planejar as melhorias, diminuindo as paradas de produção e escolhendo os melhores orçamentos.

Há, ainda, redução nos custos de manutenção. “Uma avaliação bem-feita pode revelar oportunidades de uso mais eficiente do equipamento, diminuindo as paradas e os custos de manutenção”, constata. A prevenção dos acidentes também gera economia. “Além dos custos diretos, como atendimento de emergência, parada de linha, recuperação dos danos, indenizações, existem os custos indiretos, relacionados à imagem da empresa”, afirma.

FONTE: Revista Proteção | SEÇÃO: Produtos & Serviços | EDIÇÃO: Out/17